Novidades‎ > ‎

Assembleia da Apes aprova continuidade da greve

postado em 3 de ago de 2012 10:45 por Paulo Villela   [ 3 de ago de 2012 11:11 atualizado‎(s)‎ ]

Síntese:

  • A greve continua firme e forte.
  • Fim à farsa midiática do governo e de seus parceiros.
  • Temos constraproposta.
  • Queremos respeito e negociação efetiva.

PONTOS PAUTADOS NA ASSEMBLEIA DE 03 DE AGOSTO DE 2012

(1) Relato da Delegada da APES JF junto ao CNG - Amanda
(2) Distribuído impresso e lido o Comunicado Especial CNG ANDES de 02 de agosto de 2012 - Rubens Rodrigues
(3) Distribuído impresso e lido o Comunicado Especial CNG ANDES de 03 de agosto de 2012 - Rubens Rodrigues
(4) Apresentação das perdas salariais da proposta do governo de 24 de julho - Custódio Motta
(5) Desmascaramento do PROIFES e da sua "consulta pública" - Álvaro Quelhas
(6) Relato da avaliação política do CLG - Paulo Ignácio
(7) Apresentação da estrutura remuneratória de carreira proposta pela ADUFRJ com contribuição da APES JF - Paulo Villela
(8) Manifestações dos presentes
(9) Encaminhamentos

ENCAMINHAMENTOS APROVADOS (por unanimidade)

  • Intensificar a greve no sentido da abertura de negociações efetivas reafirmando a necessidade de discussão do item dois da pauta. 
  • Indicar ao CNG a elaboração de nota aos parlamentares, ANDIFES, CONIFES e a sociedade em geral, sobre os fatos ocorridos na audiência de negociação do dia 01 de agosto, destacando a necessidade de efetivas negociações. E denunciar junto aos meios de comunicação a farsa do acordo estabelecido. 
  • Indicar ao CNG que os CLGs solicitem audiências com as reitorias com o intuito de apresentarem as razões para a manutenção da greve, desvelando as falácias do governo e do proifes. 
  • Endossar a estrutura remuneratória proposta pela ADUFRJ alterando o período de implantação para 50% em 2013 e 50% em 2014, e propor que o CNG paute e discuta esta proposta remuneratória, buscando a construção de uma contraproposta de negociação, que uma vez aprovada pela base em suas assembleias, seja apresentada ao governo e à sociedade, através da mídia. 
  • Indicar ao CNG que seja feita uma nova rodada de assembleias de 06 a 10 de agosto com o intuito de avaliar a contraproposta de negociação resultante da discussão do CNG. 
  • Indicar ao CNG protocolar até o dia 13 de agosto, junto ao governo pedido de audiência para a apresentação da contraproposta de negociação, pautando a necessidade de abertura efetiva de negociação. 
  • Indicar ao CNG divulgar junto aos meios de comunicação a contraproposta de negociação protocolada no governo. 
  • Próxima Assembléia – Quinta – 09 de agosto – 9 horas